O pão, manteiga, porco, feijão, ovo, peixe e por aí vai, nosso de cada dia

Diferente dos outros posts, onde costumo pegar todo mundo pela mãe e ensinar todos os passos da receita, nesse vou falar sobre a pessoa que divide comigo não só a cama, as alegrias, as contas e um Dako 6 bocas lindos de morrer, mas também toda uma vida, em volta da minha paixão desde que me entendo por gente: Comida.

Não vou entrar em detalhes de como a conheci, como começamos a namorar ou coisa do tipo, porque afinal, isso não é da sua conta. O que interesse de verdade é eu tentar explicar o quanto é maravilhoso, único e raro dividir a vida com alguém que você ama, e que também ama aquilo que você ama. Deu pra entender?

É mais ou menos assim:

Seis indicadores de que você ama alguém, que também ama comida  (todos reais lá em casa)

1 – Almoça/janta duas vezes seguidas, em dois lugares diferentes, e não vê problema nisso.

2 – Os dois cultivam um frezeer lotado com todos os grupos alimentares que existem. Do tucupí a massa folhada.

3 – Conversam pouco ou nada enquanto comem, e acham isso maravilhoso

4 – Comem, sem problemas, uma feijoada no propecia online jantar (afinal, é quarta-feira)

5 – Praticamente colecionam tipos de massa de macarrão, chegando a ter mais de 15

6 – Tem uma gata (gorda) chamada farofa

Claro que toda a comida, a comilança, e tudo que a acompanha, não acontece nos restaurantes da cidade. Grande parte dela floresce na nossa cozinha, sendo tudo preparado por nós mesmos, entre os dias que vão em vem. Quando estou enrolado com algum evento, lá vai ela pra cozinha fazer o melhor peixe com molho de coco e alho poró que existe, coberto com “A” farofa de pão. Claro, com pimenta. Quando é ela que está se descabelando em frente ao computador, correndo contra os prazos das matérias, sou eu que corro pro fogão fazer a santíssima trindade, capaz de melhorar o humor dela no mais tosco dos dias: Arroz, feijão e carne moída (saladinha de tomate com salsinha também acompanha, correndo por fora).

Maaaaaassssssssss, o que acontece de vez em quando, é um pedido especial, um agrado que um faz pro outro. No meu caso, o favorito da casa até hoje é costelinha de leitão assada por uma caralhadas de horas, vinagrete de jiló, farinha de mandioca e pamonha de panela com queijo minas. Pra mim, na vida, é a única coisa que consegue ganhar de manteiga.

Já ela, prefere um fruto do mar. Pequenas moedinhas gorduchas, crocantes por fora e doces por dentro.

Vieiras.

E como fazia tempo que não acontecia um agrado aqui em casa, lá fui eu. Comprei vieiras fresquinhas, ainda vivas, e juntei com ingredientes que conheci com ela, e que hoje, não vivo sem.

O resultado foi esse:

IMG_9198Na foto: Vieiras ; vinagrete de jiló e cebola roxa ; farinha de mandioca goiana crocante

E mais uma vez, fiz a alegria de quem faz a minha vida mais gostosa e incrivelmente feliz, todos os dias.

Dieta é uma merda e você deve enganar: Creme de chocolate, bacon e suspiros

Vamos imaginar que você acordou cedo todos os dias, foi até o parque e caminhou, por mais de uma hora, naquele friozinho perfeito do buy clomid começo da manhã, desejando, de verdade, estar em casa embaixo das cobertas dormindo e sonhando feliz. Depois comeu meio, meio! mamão, um copo de leite e pronto. Foi enfrentar o mundo com isso na barriga.

No almoço, traçou bife de berinjela, uma saladinha de folhas e uns tomates confits (a melhor refeição do dia) e depois, mais a noite, comeu uma sopa de alho poró com azeite, torradinhas de pão caseiro, uma taça de vinho e foi pra cama, sonhando com alguma coisa entre uma feijoada e um sanduíche de rosbife.

É meu chapa…Dieta não é fácil pra ninguém. Eu sei que é importante manter a forma, não morrer de derrame antes dos 50, mas também é, se não mais importante, enganar a dieta de vez em quando. Eu digo isso porque, cá entre nós, essa história de fazer um regime extreme fucking hardcore não faz o menor sentido. Você precisa comer gordura, açúcar e todas aquelas coisas que fazem a comida ser, enfim, comida. Seu corpo pede isso.

Mas de vez em quando, pelo bem estar social e psiquico das pessoas que estão a sua volta e milf porn seu, você deve se jogar nos braços do brigadeiro, no x-salada do seu Osvaldo e claro, no bacon, esse amigo de todas as horas. Se não, tenho certeza absoluta (e eu já vi acontecer), você vira um tremendo de um pentelho(a).

Aqui em casa, fiz uma sobremesa master arregaço, que sozinha, matou minha vontade de bacon, chocolate e otras cositas mas.

Sei que vocês vão achar a receita esquisita – larica eu sei que é – mas pode ir na minha, que você passa de ano. A combinação fica fodástica.

Creme de chocolate, bacon e suspiros

Ingredientes:

– 200 gr de chocolate meio amargo

– 50 gr de creme de leite fresco

– 5 tirar de bacon

– 100 gr de suspiros

Modo de preparo:

É isso aí: chocolate, bacon, suspiro. Tudo clomid online junto.

Primeiro ele, o bacon! Em uma frigideira média, em fogo alto, coloque para fritar as tiras até que fiquem douradas.

Primeiro de um lado…

Depois do outro.

Deixe o bacon escorrer sobre algumas folhas de papel toalha, até que fique bem sequinho. Reserve.

Agora o chocolate. Derreta ele em banho maria, até que fique macio e brilhante.

Junte então o creme de leite e mexa bem, até que o chocolate ganhe uma textura leve e cremosa.  Reserve.

Por último os suspiros. Eu usei esses que comprei pronto e adoro, mas se você quiser, pode fazer os seus próprios.

Agora propecia online é só montar o chepa.

Primeiro os suspiros, levemente quebrados

Depois o chocolate.

E pra coroar o bacon.

Daí é só repetir a ordem, fazer mais uma camada e pronto.

É, vou confessar que podia ter caprichado mais na apresentação, eu sei.

Mas imagine alguém que não comer açúcar a 15 dias fazendo isso?

chefaporter.com.br | powered buy priligy by WordPress with Grace Comunicação