A Primeira Harmonização de Chá com Quitutes Que Se Tem Notícia – Parte II

Vou confessar uma coisa: Só fui comer bolo de limão depois de crescido.

Sempre via naqueles livros antigos de receita que minha mãe e avó tinham, fotos de um bolo que parecia de mentira, com a massa bem verde e uma cobertura levinha, de recheio de torta de limão. Aparecia de vez em quando até umas raspas de limão pra dar uma quebrada no branco, mas na maioria das vezes era só mesmo a massa de uma cor forte, contrastando com a cobertura branca. Quem me apresentou a delícia de fato foi à mãe do Bruno, um amigo que fiz na faculdade e que dividia o fogão comigo nas aulas práticas, quando dava ainda os primeiros passos dentro da cozinha.

Quando pensei no que harmonizaria bem com o Darjeeling Risheehat sugerido pela Hanny Guimarães do Rota do Chá, para a nossa harmonização de chá com quitutes, que começou por aqui com uma broa de fubá, não teve como deixar esse clássico da cozinha de fora. Junto com a Leonora de Mauro do Foie Gras Literário e Larissa Januário do Sem Medida , fizemos na verdade não um bolo de cortar e sair correndo com o pedaço na mão, mas pequenos bolinhos recheados e confeitados, dignos de colocar no pedestal e buy clomid online servir em toalha de renda e linho.

Bolinhos de limão

Ingredientes:

Para a massa

– 4 ovos, separados propecia online as gemas das claras

– 320 gr de açúcar

– 190 gr de iogurte natural

– 1 pacote de gelatina de limão

– 200 ml de azeite exta virgem

– 360 gr de farinha de trigo

– 10 gr de fermento químico em pó

Modo de Preparo:

Em uma batedeira bata as gemas com o açúcar. Quando elas ficarem claras e leves, acrescente com a batedeira ainda ligada o iogurte e o azeite de oliva. Bata a mistura até que fique homogêneo e vá somando aos poucos a farinha de trigo e o fermento químico. Quando a massa estiver com uma cor verde e bem homogênea, reserve.

Bata as claras buy clomid em neve e use uma espátula para incorpora-las a massa com delicadeza. Não vale colocar a massa nas claras, senão toda a leveza delas vai se perder e você  terá um bolo pesado e murcho, que nem coração de gente amargurada.

Unte uma assadeira com farinha de trigo, despeje a massa e asse a 180 graus até que o bolo tenha crescido e você espete um palito nela e ele saia limpo. Quando tiver esfriado, desenforme e corte-o em pequenos quadrados de 6 cm por 6 cm. Reserve.

Para o Creme de limão

– 190 ml de suco de limão

– 6 gemas

– 3 ovos

– 100 gr de açúcar

– 60 gr de manteiga

– 1 folha de gelatina sem sabor

– 1 litro de creme de leite fresco

Hidrate a gelatina com água em um recipiente. Enquanto a gelatina hidrata milf porn misture as gemas, os ovos, o suco de limão, a manteiga e o açúcar em uma panela e leve ao fogo em banho-maria. Mexa lentamente até que a mistura engrosse e perca o cheiro de ovo, já que ninguém quer comer um bolo com gosto e cheiro de gemada.

Pelo amor de deus, não invente de colocar o creme diretamente no fogo ou os ovos vão cozinhar muito rápido e tudo que você vai ter será um creme de limão com ovos mexidos. Vá com calma, aprecie o  que você está fazendo.Inspire, expire.  Quando o creme tiver engrossado, tire do banho maria e acrescente a gelatina hidratada –sem a água – e mexa até que o creme fique morno. Reserve.

Bata o creme de leite até que vire um chantilly leve e misture com o creme de limão. Cuidado para que o creme de limão não esteja muito quente ou ele vai tirar todo o ar que existe no chantilly e o creme ficará pesado e sem graça. Incorpore usando o mesmo princípio da massa do bolo – claras na massa com delicadeza, lembra? – e deixe descansar por algumas horas na geladeira antes de confeitar os bolinhos.

Depois buy priligy de algumas horas na geladeira, o creme fica com essa cor e textura. Não dá vontade de morar nele?

De volta aos bolinhos. Com uma fava fina e bem buy levitra online afiada faça um pequeno círculo no topo…

Cave a massa pra fora…

Fazendo um espaço pro creme de limão.

Recheio com o creme de limão, que já deve estar frio e use o mesmo creme para confeitar o bolinho por fora, usando uma espátula e um pote ou vasilha como base pra arte…

Salpique com raspas de limão fresco e sirva em uma travessa de vó.

Nós combinamos com o Darjeeling Risheehat, um chá preto indiano muito mais suave e propecia online refrescante do que o que estamos acostumados a tomar em casa. Bastante revigorante, ele casou em maestria com as notas ácidas, cítricas e doces do bolinho, que eram praticamente um estalo na boca.

Pra quem ficar com vontade de experimentar o Darjeeling Risheehat e todos os outros chás que mostrei e vou mostrar aqui, é só ir à Loja do Chá, que fica na Av. Brig. Faria Lima, 2.232, 3° piso – Shopping Iguatemi em São Paulo, de segunda a sábado das 10h às 22h e nos domingos das 14h às 20h. Dúvidas no telefone 3816-5359.

chefaporter.com.br | powered by WordPress with Grace Comunicação