A Primeira Harmonização de Chá com Quitutes Que Se Tem Notícia – Parte I

- Ela tem um blog de chás.

– Como assim? Ela fala só sobre chá?

– Isso, é uma coisa que você precisa conhecer. Ela caça e vai atrás de todo tipo de chá e fica provando em casa. Mas é daqueles soltinho, não do de saquinho que você compra pronto.

Nunca pensei que alguém já tivesse tido essa idéia, mas por sorte e graças a são Benedito, ela já tinha brotado na cabeça de alguém.

Dias mais tarde, com o endereço do blog fiquei conhecendo o incrível Rota do Chá, que falava tudo sobre infusões e detalhes bastante específicos da bebida preferida dos chineses. Lia, lia, lia…Quanto mais eu lia, mais eu pensava em qual tipo de quitute (bolinho, torta, biscoito) combinava melhor com os chás, até que me veio a idéia: Eu nunca vi uma harmonização de chá das 5, porque não fazer uma? Escrevi pra Hanny – a dona e mestre no assunto – e propus a idéia, que foi abraçada de primeira. Chamei as amigas Leonora de Mauro do Foie Gras Literário e a Larissa Januário do Sem Medida pra darem uma mão nas receitas que íamos preparar e devorar. Claro, porque mandar pra dentro um chá das cinco completo de uma só vez requer, além de um apetite de refugiado, boa companhia e muitas risadas.

Fizemos no total seis quitutes – que não vou falar quais são – harmonizamos com seis chás – que não vou falar também quais são – e reunimos tudo numa fria e cinzenta tarde de domingo. Nas próximas semanas você confere aqui no Chef-à-Porter e no blogs das geniosas meninas acima, como foi o nosso encontro e claro, o que acharam da comilança.

Uma das harmonizações que fizemos nesse dia propecia online foi uma broa de fubá caseira, que ficou muito bem acompanhado pelo incrível Lapsang Souchong, um chá preto chinês defumado, muito aromático e com um bouquet incrível de madeira tostada e chocolate.

Broa de Fubá
Ingredientes:

– 500 gr de farinha de trigo

– 250 ml de água

– 40 de fermento biológico

– 10 gr de sal

– 75 gr de açúcar

– 25 gr de manteiga em temperatura ambiente

– 2 ovos inteiros

– 1 colher de sopa cheia de semente de erva doce

– 150 gr de fubá

– 100 gr de queijo meia cura ralado

Modo de Preparo:

Fazer pão em casa é uma das poucos – se não a única – que eu gosto de fazer quanto estou meio puto com alguma coisa. Não porque você pode fazer de qualquer jeito, mas sim porque quanto mais você socar e amassar a massa do pão, mais leve e aerada ela vai ficar.

Em uma vasilha grande, misture todos os ingredientes secos.

A propecia online queça a água até que esteja morna – entende-se morna que você consiga colocar e manter o dedo dentro dela sem se queimar – e junte a ela o fermento biológico. É muito, muito, muito importante que você não deixe a água quente demais, já que a alta temperatura mata os microorganismos do fermento, o que não faria o pão crescer, mas sim virar uma lástima. Junte então os ovos, a manteiga e misture até que a massa quando prensada com as mãos, fique compacta, mas se desfaça ao toque.

Continue misturando com vigor (lembra do filho da puta do seu chefe? Essa é uma boa hora pra pensar nele) até obter uma massa uniforme, mas um pouco grudenta.

Retire-a da vasilha e coloque sobre uma bancada.

Sove a massa fazendo o seguinte movimento: Com a palma da mão traga a massa até você…

E empurre para a direita…

Repita o mesmo esquema usando a outra mão, dessa vez para a esquerda. Com o tempo você vai começar a pegar a manha e conseguir fazer com velocidade…esquerda, direita, esquerda, direita…

Coloque força no processo, pense em coisas boas – ou não – mas mantenha esse ritmo por cerce de 20 a 30 minutos, até que a massa fique bem elástica e lisa.

Coloque a massa sobre um prato e cubra com um pano limpo, deixando descansar por uma hora, até que ela dobre de volume

Com muita delicadeza corte a massa em quatro partes, sove mais uma vez cada uma por 10 minutos e deixe descansar novamente por mais uma hora, coberta com o pano limpo. Quando estiverem grandes e leves  – elas crescem mais ainda! – forre uma assadeira com papel manteiga e coloque os pedaços de massa sobre ele. Asse me forno pré aquecido a 180 graus por 25 a 30 minutos ou até que você espete ele com um palito e ele saia limpo. Sim, pasme, é como um bolo!

É legal você reservar uma assadeira por pão, pois eu coloquei todas juntas e elas apesar de crescerem, grudaram uma na outra.

Cubra com fubá enquanto ainda estão quentes…

E as sirva ainda quente, acompanhada de manteiga ou geléia.

Pra quem ficar com vontade de experimentar o Lapsang Souchong e todos os outros chás que vou mostrar aqui, é só ir à Loja do Chá, que fica na Av. Brig. Faria Lima, 2.232, 3° piso – Shopping Iguatemi em São Paulo, de segunda a sábado das 10h às 22h e nos domingos das 14h às 20h. Dúvidas no telefone 3816-5359.

Qual será o próximo?

Que Calor!

Tem coisas que só dá pra fazer em dias quentes…banho de mar, tomar picolé sem camisa na rua, comer aquele abacaxi geladinho. Infelizmente aqui em São Paulo não tem praia, o abacaxi não é vendido na rua (igual na casa da minha avó em Santos) e tomar picolé até que dá, só que olhando para um belo de um…engarrafamento. Tá certo, nossa cidade não tem muitas opções naturais contra os dias quentes e nem um visual sem o tom cinza que distraia a cabeça depois de um dia de correria na cozinha. Ao invés de me lamentar, vou deixar por aqui algo que só pode ser devorado em dias de suor excessivo e que combina muito bem com o espírito italiano da nossa cidade.

Brusquetas ao Pomodoro&Basilico

Ingredientes:

– 4 fatias de pão italiano

– 4 tomates italianos bem maduros

– ½ maço de manjericão fresco

– 1 dente de alho

– Azeite-de-oliva extra-virgem a gosto

clomid online Sal a gosto

– Pimenta-do-reino moída na hora a gosto

Modo de Preparo:

Retire as sementes dos tomates e os pique em cubos pequenos. Desfolhe o manjericão e junte suas folhas aos tomates. Tempere com o sal, a pimenta-do-reino e uma dose generosa de azeite (eu sei que disse a gosto, mas acredite, é melhor assim). Deixe o molho descansar na geladeira por uma hora. O truque nessa receita é o seguinte:

– O tomate não deve estar nadando no azeite mas deve haver azeite o suficiente pra envolver todos os cubos de tomate.

– O gosto do manjericão deve estar lá, levitra online mas não deve sobre sair sobre o sabor do tomate e do azeite.

– O equilíbrio entre sal e pimenta deve trabalhar não para salgar e apimentar a receita, mais sim pra ressaltar o sabor natural dos ingredientes. Pode parecer bastante complicado e na verdade é, mas esse é o cuidado que se deve ter em uma receita simples, mas deliciosa como essa: mesmo com todos os ingredientes misturados deve existir um equilíbrio entre eles, sendo possível sentir o sabor de cada alimento dentro do conjunto.

– Aqueça as fatias de pão italiano no forno até que fiquem douradas e estalando. Quando saírem do forno, esfregue um dente de alho inteiro sobre elas, só pra deixar um rastro do sabor. Despeje o molho FARTAMENTE sobre as fatias de pão e se deleite, você está no paraíso.

Interior

Interior. Tem coisa melhor? Depois de muito tempo longe, consegui voltar pra ele. Acordar cedo e ver o sol amarelo-gema batendo no pasto verde, aquele cheiro de madeira queimando no fogão a lenha e de café com pão assado na hora. Não me entendam mal, por favor, amo São Paulo e tudo que existe dentro dela (entenda-se aqui pessoas, lugares, situações, gostos, cheiros), mas o mato às vezes me chama. Como eu não gosto de magoá-lo volto correndo cada vez que ele me convida. As garrafas de vinho rolam soltas, andar de meia e enrolado no cobertor também vale, com cheiro de saudade e gulodices sem fim. Entre essas gulodices vou descrever aqui o que na minha opinião é a sopa maia fácil e deliciosa do mundo. Você não precisa ficar em cima dela o tempo todo. Pode deixar ela correr solta, como uma tarde de sábado.

Sopa de Cebola

Ingredientes:

– 10 buy priligy online cebolas

– 100 gr de manteiga

– 200 gr de farinha de trigo

– 1,5 litros de leite

– 500 de caldo de galinha

– Sal a gosto

– Pimenta-do-reino moída na hora a gosto.

Modo de Preparo:

Descasque as cebolas e as corte em fatias finas. Aqueça milf porn uma panela e adicione a manteiga, somando as cebolas quando ela tiver derretido completamente.

Mexa constantemente as cebolas até que elas murchem, fiquem translúcidas e soltem todo o seu aroma ardido (dica! Não fique com a cabeça sobre a panela ou você vai chorar como em um casamento). Quando as cebolas ficarem murchas e translúcidas, aí é o momento do truque: Abaixe o fogo da panela e deixe que as cebolas caramelizem, mexendo de vez em quando e soltando todas aquelas cebolas douradinhas que grudam no fundo da panela. Esse processo demora um pouco, então não fique afobado sobre a panela querendo acabar logo, vá com calma. Pra mim, o tempo certo das cebolas ficarem prontas é o mesmo tempo que eu demoro pra beber meia garrafa de vinho. Quando as cebolas estiverem no ponto acrescente a farinha de trigo e mexa constantemente até que a farinha obtenha um aspecto também dourando. Acrescente então o leite e mexa bem para dissolver toda a farinha que envolve as cebolas. Cozinhe a sopa em fogo baixo por cerca de 20 minutos ou até que o gosto de farinha tenha desaparecido por completo. Acerte então a textura da sopa com o caldo de galinha (normalmente a sopa feita só com o leite fica muito grossa, sendo necessário acrescentar uma quantidade de caldo de galinha para que fique como um creme liso). Tempere com sal e pimenta-do-reino moída na hora e bata a sopa no liquidificador ou com um mixer para que fique bem lisa.

Sirva com um pão buy clomid online estalando de crocante e bem douradinho.

« Página anterior
chefaporter.com.br | powered by WordPress with Grace Comunicação